Baja TT Douro

Bianchi Prata sem correr riscos no Douro

Junto ás margens do rio Douro estreou-se este fim-de-semana a Baja TT Rota do Douro, uma nova prova no calendário nacional que mesmo sem contar para os campeonatos das duas rodas contou com a presença de alguns pilotos, entre eles Pedro Bianchi Prata. Natural do Porto o piloto da Husqvarna encarou esta participação de uma forma mais casual e sem correr riscos enfrentou os 250 quilómetros de competição desenhados pela organização.

Depois de ter sido oitavo no prólogo o piloto do Porto enfrentou em ritmo mais tranquilo os 250 quilómetros da prova. Cedo percebeu que as marcações não eram as melhores e a opção foi mesmo não correr riscos, respeitando as muitas zonas de velocidade controlada e não arriscando em nenhum momento. No final acabou por terminar na mesma oitava posição após uma jornada onde voltou a percorrer os trilhos do Douro e onde se divertiu aos comandos da sua Husqvarna Rally.

‘O percurso estava giro e acima de tudo diverti-me. Optei por fazer uma prova calma sem correr riscos que pudessem provocar uma queda. A prova teve algumas falhas em termos de marcação mas é uma prova que tem tudo para evoluir no bom sentido e no futuro poderá mesmo marcar o calendário internacional.’

Junto à sua cidade do Porto Bianchi Prata juntou-se à dúzia de pilotos que esteve presente na estreia de uma nova prova no calendário nacional, prova que poderá em 2015 fazer parte também do lote de provas do Nacional TT para as motos.

Fonte Hype Communications

 

 

Mais info aqui..! Visite, marque o “Gosto/Like” no topo da página e divulgue-a junto da sua lista de amigos. Assim, enquanto procurarmos levar a sua informação mais longe e a um número maior de pessoas, poderá ver o seu “logo de perfil” aparecer, aleatoriamente, nas páginas principais do TTVerde..!

Informação e divulgação gratuita de eventos e actividades dentro do espírito TTVerdePT, conforme as nossas condições gerais de divulgação.  Rejeitamos a responsabilidade pelas informações e material gráfico disponibilizados por terceiros. Este site não se subordina aos novos acordos ortográficos, aos quais é indiferente, publicando os textos conforme as preferências dos seus autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *